PORQUE ELA É CONSIDERADA A MELHOR E MAIS ESPERADA FORMAÇÃO DA REGIÃO?

Ricardo Dih Ribeiro

Ricardo Dih Ribeiro Publicado 11/10/2021 



Ricardo Dih Ribeiro explica que a psicanálise estudada na Casa da psicanalise é um conjunto de técnicas de várias linhas e correntes psicanalíticas e matérias complementares de outras áreas que permitem novas percepções e a expansão da consciência. Tanto do nosso próprio eu quanto da vida. “É através dela que iniciamos o caminho para o autoencontro, podendo assim compreender melhor, e como mais profundidade, os mecanismos que nos levam a agir, sentir e pensar”, diz.

Acrescenta ainda que, a partir desta compreensão, é possível interagir positivamente nestes processos, analisando os motivos que nos levam a seguir determinados objetivos, se realmente o queremos e as quais atitudes nos levam e nos afastam dos mesmos.

Para Ricardo, o principal instrumento é o amor e não o divã. É através do amor doado ao paciente que a relação entre o profissional e o paciente é sustentada. “Se não tiver amor a ser doado ao paciente, o psicanalista nada poderá oferecer além de técnicas que podem impressionar em um primeiro momento, mas são vazias e não produzem uma solução de profundidade, consistente”.

O psicanalista, de acordo com Ricardo, pode auxiliar o indivíduo na caminhada para dentro de si, quando está fora; e para fora de si quando está dentro. Para que assim assuma a responsabilidade sobre seus atos e possa agir e não se paralisar frente à vida, para que fale das insatisfações e silencie quando sua fala não for positiva para si mesmo.

Na visão de Ricardo, o grande problema da humanidade atualmente não é o crack, a cocaína, álcool, cigarro ou qualquer outro tipo de droga. “O grande problema está sim ligado a um vício. Mas o vício da busca por segurança e reconhecimento fora de si mesmo. Somos viciados na aprovação e no amor do outro para estarmos e nos sentimos amados, protegidos e reconhecidos como pessoa”, diz, acrescentando que o papel da psicanálise é resgatar o indivíduo para a sua própria valorização, o seu auto-amor”.

E o mais surpreendente é que Ricardo coloca que toda essa percepção citada acima, em primeiro momento é colocada ao estudante em psicanálise para que ele possa conhecer-se e cuidar de si mesmo com profundidade, utilizando toda a formação para seu próprio crescimento. “Durante todas as aulas são processo de grande impacto de autoconhecimento, funcionando como uma grande terapia”, e ainda em suas palavras. “A formação é para o aluno ser uma ser humano melhor e mais consciente, equilibrando-se frente a vida, depois este aluno pode se relacionar com as pessoas do seu círculo intimo com mais tranquilidade e harmonia, depois então poderá ajudar as pessoas da sua comunidade e por fim ser um profissional e fazer da psicanálise sua profissão”, conclui.

 

Voltar ao topo